Domingo, 2 de Maio de 2010

A CAMÕES DOLOROSAMENTE

Coroa, bandeira, brasão e lema,

O vasto Império do coração,

Vou encontrá-los no teu poema:

Na pátria, não!

 

Corro o teu canto de canto a canto,

Numa demanda de salvação;

Ali, a glória do herói, do santo:

Na pátria, não!

 

Ali, num reino ditoso e amado,

Reina sem névoa Sebastião;

Ali, presente preza passado:

Na pátria, não!

 

Ali, se enlaça beleza e graça

E, na certeza de ser missão,

Tenho o tamanho da minha raça:

Na pátria, não!

 

ANTÓNIO COUTO VIANA

publicado por Eu às 12:44
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

SONETO AGUDIZANTE lll

São carros de combate? São G-3 Apontadas ao peito da memória? Vitória dos escombros e da escória, Uma epopeia, em pó, pi...

Ler artigo
publicado por Eu às 22:38
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A CAMÕES DOLOROSAMENTE

. SONETO AGUDIZANTE lll

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

.tags

. todas as tags

.favorito

. Os meus Sodré Pereira

. Brasão de Sodré em Livros...

. Testamento de Duarte Sodr...

. PORTUGAL

. Duarte Sodré, Alcaide-mor...

. Vicente Sodré, o 1º Capit...

. Reavaliação do Nome e Arm...

blogs SAPO

.subscrever feeds